Varizes, o que são?

Varizes são veias tortuosas, dilatadas e deformadas de coloração azulada, que surgem mais frequentemente nos membros inferiores (pernas e pés), podendo surgir em outros lugares também e desenvolvem-se sob a superfície cutânea.

Para entender por que as varizes acontecem, é necessário que se entenda como funciona a circulação sanguínea. As artérias levam o sangue para todas as partes do corpo, sendo que esse sangue é bombeado pelo coração. Já as veias têm com função levar esse sangue de volta para o coração. A pressão sanguínea no retorno do sangue para o coração feito através das veias é bem menor, por isso a circulação depende da ajuda dos músculos da panturrilha para esse trabalho, pois o retorno do sangue para o coração é contra a força da gravidade.

Às vezes, essas válvulas não funcionam com eficiência e o sangue “empoça” nas veias provocando deformação, inchaço e alterações na sensibilidade da pele.

 Principais causas

A causa mais comum de varizes é a influência genética, uma vez que existe predisposição familiar. Podem-se herdar veias frágeis que com a idade e fatores de risco predispõem ao aparecimento das varizes.

Menos comumente, as varizes podem ser um sinal de um problema mais grave que pode precisar de tratamento. Esses problemas graves podem incluir:

  • Coágulos de sangue ou bloqueio nas veias;
  • Veias profundas danificadas;
  • Vasos sanguíneos anormais (fístulas arteriovenosas);
  • Tumores (muito raramente).

 Fatores de risco

  • Gravidez;
  • Ser do sexo feminino;
  • Idade avançada;
  • Obesidade e/ou excesso de peso;
  • Histórico familiar;
  • Passar muito tempo em pé;
  • Condições que aumentam a pressão no abdômen, tais como: doenças do fígado, líquido no abdômen ou insuficiência cardíaca;
  • Fístolas arteriovenosas;
  • Passado de Trombose Venosa Profunda.

Sintomas

Podem não apresentar sintomas além do aparecimento das veias tortuosas, dilatadas e azuladas, mas podem apresentar alguns:

  • Dor, ardor, ou sensação de peso nas pernas, que podem ser mais acentuados no final do dia;
  • Leve inchaço, geralmente envolvendo apenas os pés e os tornozelos;
  • Coceira na pele sobre a veia varicosa.

Os sintomas mais graves são:

  • Acúmulo de líquido e inchaço na perna;
  • Inchaço e panturrilha com dor significativa após ficar sentado ou em pé por muito tempo;
  • Mudanças na cor da pele ao redor dos tornozelos e pernas;
  • Pele seca, esticada.

Tratamentos

Em alguns casos podem ser feitos com medidas de autocuidado como:

  • Exercícios físicos;
  • Emagrecimento;
  • Evitar uso de roupas apertadas;
  • Elevar as pernas sempre que possível;
  • Evitar longos períodos em pé ou sentado.

Além dessas medidas, pode ser que precise fazer um desses tratamentos:

  • Escleroterapia (líquida ou espuma);
  • Cirurgia, que são individualizadas, pois cada caso é um caso.

Mas apenas o cirurgião vascular poderá dar o diagnóstico correto bem como o melhor tratamento e os cuidados pós-tratamentos.

O importante é cuidar da sua saúde e ficar atentos a qualquer alteração.

Comments (2)

O Dr faz tratamento a laser ? Qual o valor da sessão ? Ah ,vcs atendem Unimed?

Boa tarde Renata, poderia me passar seu celular para que minha secretária possa entrar em contato com você e tirar todas as suas dúvidas.
Fico no aguardo

Leave a comment