Doença Arterial Periférica

O que é?

É uma doença que ocorre nas artérias do sistema circulatório, principalmente nas artérias que levam sangue para os braços e pernas. As Artérias são vasos que carregam o sangue rico em nutrientes e oxigênio do coração para todas as partes do corpo.

Artérias saudáveis possuem revestimento suave que impedem a formação de coágulos e permitem um fluxo de sangue regular, já na doença arterial as artérias se tornam estreitas ou obstruem-se devido ao depósito de placas de gordura (aterosclerose, tem matéria no blog explicando um pouco mais sobre essa doença), com as artérias estreitadas ou obstruídas o sangue não consegue atingir os órgãos e tecidos de destino, causando lesões e morte dos tecidos.

Principais sintomas

Ela se desenvolve lentamente durante toda a vida, e os sintomas podem aparecer tardiamente ou não aparecem até que tenham um estreitamento na artéria de 50% mais.

O primeiro sintoma perceptível é a dor na panturrilha desencadeada nas caminhadas ou outras atividades, melhora com o repouso, mas reaparece após o retorno da atividade. Pode ser notada também a dor nas coxas e regiões glúteas, podendo incluir dormência, fraqueza e fadigas nos músculos da perna durante a caminhada. A dor e outros sintomas podem ser severos a ponto de interferir nas atividades corriqueiras do dia a dia. Essa dor é causada pela diminuição de sangue que chega à musculatura da perna quando há a obstrução arterial.

Outros sintomas são:

  • Dor e queimação nos pés durante o descanso, especialmente à noite;
  • Pés frios;
  • Infecção nos pés;
  • Nas fases mais avançadas ocorre a “dor de repouso”;
  • Feridas que não cicatrizam e/ou gangrenas. Nesse estágio corre-se o risco de perda do membro (amputação) por falta de circulação.

Fatores de risco

  • Tabagismo;
  • Diabetes Mellitus;
  • Hipertensão Arterial;
  • Colesterol e Triglicérides altos;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Idade acima de 50 anos;
  • Histórico pessoal ou familiar.

Tratamento

Após o diagnóstico físico e detalhado, feito pelo Cirurgião Vascular ou Angiologista, o tratamento terá dois objetivos principais. O primeiro é controlar os sintomas e o segundo é parar a progressão da aterosclerose em todo o corpo, reduzindo o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral.

O tratamento com medicamentos e outros procedimentos só podem ser recomendados pelo seu médico, mas algumas mudanças no estilo de vida podem ajudar.

Leave a comment